30 junho, 2008

O Poeta


Tudo parece difícil na vida do poeta
A realidade é distante a felicidade é discreta

E o lado obscuro do meu próprio eu
Que por te amar demais tornou-se tão seu

Eu sei que lágrimas já não vão cair

Desculpe agora tenho de partir

Só preciso me achar depois te esquecer

Pois todo o meu erro foi amar você

Sim, esse meu erro causou muita dor

Pior de tudo é sofrer de amor

E se sou poeta vou escrevendo

E a paixão que tenho vai me corroendo

Pois é bem que tentei mas já não sou capaz

Invades meu sonho não me deixa em paz
Por mais que queira isso vai me torturar

Então desisto e volto a te amar


Gilberto Junior

2 comentários:

juca disse...

cara, muito bom em num sabia q vc escrevia tão bem, abraço Julio

ciça disse...

que bonito.