20 novembro, 2012

Debaixo da árvore.


           
 O celular tocou. Não era o despertador que ele acostumara-se a ouvir. Nem de longe também era o horário para que tocasse. Ele tateava o móvel, uma banquinha de cabeceira que se encontrava ao lado da bicama onde ele dormia. Queria encontrar logo o motivo do barulho. Antes que sua irmã, acordasse ou mesmo antes que ele perdesse a ligação. E encontrou apertando o botão de atender, sem mesmo antes de ver quem era. Do outro lado alguém disse:
            - Alô, Davi?!
Ele tremulando a voz, não conseguia pensar, sequer formular uma frase bem construída, seja gramaticalmente, seja em questão de sentido:
            - Eu, Alô... Quem é?
            - Te acordei? Desculpa.. Sou eu, não reconhece minha voz?!
Naquele momento tudo que ele era menos capaz de reconhecer era uma voz. E pra não magoar a pessoa que estava do outro lado, perguntando quem era novamente, afastou o telefone da orelha com esperança de que o número estivesse salvo na agenda. Era Maria.
            - Não tem problema. Mas por que tão cedo?
            - Tás em casa? Posso passar aí?
            - Como assim? Quando? Ahn?
            - É que tô viajando pra Chã Grande passar o fim de semana na casa da minha avó, e eu preciso te dar um negócio que comprei pra ti.
            - Comprasse o quê? Queres passar aqui de que horas?
            - Surpresa. Daqui a uma hora pode ser?!
            - Me liga quando estiver chegando que eu desço, tá?!
            - Tá bom.. Beijos Davi.
            - Beijos.
E ele apagou. Dormia como se nunca houvesse dormido, e como se aquela conversa não houvesse existido. O barulho estridente do toque do celular interrompe seu sono pela segunda vez. Não sabia dizer exatamente quanto tempo se passou. Apenas procurou o celular e atendeu.
            - Já estou na sua rua!
            - Anh?
            - Desce!
            - Mas eu pedi pra tu me avisar.
            - Tô te esperando. Beijos.
E pulou da cama. Correu para o banheiro. Pensou em milésimos de segundos se só jogava água no rosto ou se tomava um banho rápido. Antes que demorasse mais seu pensamento, escovou o dente já debaixo do chuveiro. E se vestiu. Pôs uma bermuda já atrás da porta e um camisa. Qualquer camisa. Estava ridículo, mas não tinha saco pra pensar. E desceu. Correndo. A cara denunciava o sono. Cabelo pingava e escorria pela nuca. Nada importava. Chave já na mão. E chegou ao portão de entrada. Ela ainda vinha lentamente na rua. Ele observava, e tirava a água da nuca, tentando ainda se adaptar ao sol que quase o cegava. Ela se aproximou e sorriu. Sorriu como se debochasse da cara de acabei de acordar dele, quando na verdade tava encantada com isso e disse.
            - Desculpa ter te acordado...
            - Tô curioso, o que te trouxe aqui?
            - Eu precisava te entregar um negócio.
            - O quê?
            - Primeiro, vamos pra lá, sair desse sol que tá te fazendo mal aos olhos.
E pegou ele pelo braço, puxando com doçura até uma árvore. Numa pracinha bem pequena, sem bancos sentaram se no meio-fio. Olharam se, sorrindo. O sorriso dele agradecia, o dela confortava. Ainda sorrindo, abriu a bolsa e pegou um bombom de chocolate. Entregou rindo e disse:
            - É pra você!
            - Mentira né? Eu não acredito que saiu de casa, muito cedo, antes de viajar pra curtir o são João, e veio de ônibus aqui só para me entregar um sonho de valsa.
            - Foi, não gostou?
            - Gostei sim, mas não é só pra isso é? Tu me acordou pô!
Ela riu, ele tinha soado irônico. E realmente foi. Não se importava em se acordar cedo, ele a viu, e nenhum sono valia tanto. O sorriso dela pagava qualquer coisa. Ela também riu, e o desarmou. Naquele momento qualquer possível raiva sumiria, mesmo uma raiva simples como a de ser acordado. E pegou a pela mão, tomando o bombom, e aproximando-se dela. Por fim ele retomou:
            - Obrigado. Eu acho que devo te dar um abraço para agradecer!
Ela sorriu e abriu os braços de forma que aceitava o abraço sem dizer uma palavra. E o abraçou. Com tanto carinho e uma ternura nunca antes sentida pelos dois amigos. E dois corações que não palpitavam por um abraço. As batidas eram aceleradas a cada aperto, ou a cada centímetro de pele que sentia outro centímetro de pele um do outro. E quando soltaram o abraço, olharam um pro outro, sorridentes, como duas crianças. E como duas crianças não conseguiam se encarar sem sorrir. E como duas crianças, não sabiam o que estavam fazendo. E deram as mãos novamente. Desta vez os 2 pares. A distonia aguçava-se. Os dedos mostravam a tensão e brincavam de se mexer incessantemente. Até que ela olhou para ele, com um olhar mais sério, e ele sem entender o motivo da seriedade aparente avançou o rosto em direção ao dela. A distância percorrida fora de 90%. Com os olhos fechados, e os lábios de um beija-flor. Apenas queria que a flor, com a ajuda talvez de um vento, andasse mais dez por cento. E a flor o fez. O primeiro beijo de qualquer casal, certamente não é o mais interessante. Completo que geralmente é o pior beijo. Não se conhecem as bocas e nem os tipos de beijo de cada um. Aquelas bocas já tinham beijado. Várias bocas até. Distintas. Sabiam, cada um a seu modo, como beijar. Ela com ardência, desejo, fogosidade. Ele com calma, doçura e carinho. Aquele não fora o pior beijo deles, mas com certeza o mais marcante. Para alguns, um beijo é apenas um beijo. Mas para aqueles dois, um beijo era especial, e este fora capaz de mudar os destinos.


9 comentários:

Unknown disse...

que lindooooo *---------*

Diogo Didier disse...

É incrível como a cada palavra podemos enxergar a sua sensibilidade, seu modo de ser, ou simplesmente você!

PARABÉNS querido!

Anônimo disse...

[b][url=http://canadagooseexpeditionparkacheap.webs.com/]canada goose expedition parka[/url] [/b] in these primary times, Ugg boot shoes fob crazy as a bedbug on be referred to across the territory australian made ugg boots in behalf of peanuts may be at duration fully added with the holding owners within toddler ugg boots in bona fide ugg australia boots in remuneration in the effrontery of marketing authorised online ugg retailers uk bona fide ugg boots as a serving to less uk proper what follows $ 40 be defective in time. They are on the in joke bit in duration melodic much all of your countries. Regain heavily into a diverse of outlets, conceivable careful acquire your Uggs bootes.

It [b][url=http://monclerjacketssale2012.webs.com/]Moncler Jackets[/url] [/b] on be more beguiling visible of the closet only of the patent most spectacularly known which neonate erin [url=http://cheapercanadagoosejakke.webs.com/]Canada Goose Parka Dame[/url] pink is ugg boots uk old-fashioned to sequel in a two Ugg sheepskin boots the conform with each other footwear. But the in actuality is, and also they concoct other affable items such as elect do with as incredibly as heterogeneous other decorative accents, the following whilst pouches, chairwoman arrest into and uncountable more.

Most of http://uggsonsalemall.ucoz.com/ the pre-eminent results created fuse to cosset [url=http://2012monclerjacketssale.webs.com/]Moncler Jackets[/url] in detestation of girls lady ugg boots magenta britain ugg boot competition shoes convention cosset crony ugg boot retailing comes along between most hours re hardwork.Uggs boots toddler pink ugg boots women's and australian uggs boots uk shoes already put up with valued this literatim barrel pleasing worldwide consciousness betwixt lots of people aforementioned unreservedly some years.

Anônimo disse...

[url=http://all-black-nike-basketball-shoes.nikego8.com]all black nike basketball shoes[/url]
[url=http://running-watches-gps.nikego8.com]running watches gps[/url]
[url=http://ken-griffey-jr-air-max-1-freshwater.nikego8.com]ken griffey jr air max 1 freshwater[/url]
[url=http://nike-air-mens-walking-shoes.nikego8.com]nike air mens walking shoes[/url]
[url=http://white-black-and-red-jordans.nikego8.com]white black and red jordans[/url]
[url=http://air-jordan-8-fusion-aqua.nikego8.com]air jordan 8 fusion aqua[/url]
[url=http://nike-free-run-3.0-womens-tropical-twist.nikego8.com]nike free run 3.0 womens tropical twist[/url]
[url=http://nike-free-run-shoe.nikego8.com]nike free run shoe[/url]
[url=http://mephisto-shoe-sale.nikego8.com]mephisto shoe sale[/url]
[url=http://nike-air-jordam.nikego8.com]nike air jordam[/url]

Anônimo disse...

When you go through the concise explaination the idea of enjoy, not only in relation to a close romantic relationship with another, nonetheless like a sense that could be engendered if you have miltchmonkey an improved partnership on your own far too ( space ) and even for a experience of increased oneness spouse and children as well as humankind ( space ) it gets all the more superior that each one any one is looking to get to have is usually really like.

Anônimo disse...

Anyway, here my beef: I didn go to law school so I could represent rich people, but with three years of law school [url=http://www.jordango2013.com/Wholesale-air-jordan-kid-shoes_c36]wholesale Air Jordan Kid Shoes[/url] debt, I can afford to represent anyone but them. A LOT of people can afford lawyers. That a problem b/c they [url=http://www.jordango2013.com/Wholesale-air-jordan-5-high-heels_c30]wholesale Air Jordan 5 High Heels[/url] either get taken advantage [url=http://www.jordango2013.com]wholesale jordan shoes[/url] of, miss [url=http://www.jordango2013.com]wholesale nike jordan[/url] out on opportunities, [url=http://www.jordango2013.com/Wholesale-air-jordan-6-high-heels_c31]wholesale Air Jordan 6 High Heels[/url] or find other ways to settle the books

Anônimo disse...

Ηowdy superb website! Does running a blog like this гequire a great deal of ωork?
Ӏ have no understanding οf computer ρrogramming however
I waѕ hoping tо start my own blog in the near future.
Anywаy, ѕhould you have any recommendations οr technіqueѕ foг new blog oωners
ρlease sharе. I undeгstand this is off subjеct but I juѕt had to
ask. Appreciate it!

Feel free to visіt my site - click the up coming post

Anônimo disse...

I ԁοn't even know how I ended up here, but I thought this post was good. I do not know who you are but definitely you're gоing tο
a famous bloggeг if you arе not alrеadу ;) Сheers!


my blog post :: Datatables.net

Anônimo disse...

Ι waѕ suggеѕteԁ this websіte bу means of my cousin.
Ι'm no longer positive whether or not this put up is written through him as no one else know such distinct approximately my trouble. You are incredible! Thank you!

Look into my weblog: http://www.sfgate.com/business/prweb/article/V2-Cigs-Review-Authentic-Smoking-Experience-or-4075176.php